Fechar
Página inicial Destaques Notícias Incubação X Aceleração

Incubação X Aceleração

Escrito por Flavinha Reis|DGTI | Publicado em 04/07/18 12:00 , Atualizado em 21/01/22 16:45 | Acessos: 294

É recorrente as dúvidas de empreendedores em relação à distinção entre Incubadoras e Aceleradoras.

Incubadoras e aceleradoras tem em comum, o propósito de auxiliar na criação, desenvolvimento e potencialização de empresas a partir de ideias, projetos ou empreendimentos em seus estágios iniciais de crescimento. Porém as duas iniciativas possuem muitas diferenças e fatores estruturais que podem ser ajustados em realidades de empreendimentos específicos.

O maior propósito das aceleradoras é apoiar e investir no desenvolvimento e rápido crescimento de startups, auxiliando-as a obter novas rodadas de investimento ou a atingir seu ponto de equilíbrio. O modelo se baseia em investir cedo nos projetos, aportando um pequeno capital e oferecendo um programa para ajudar as empresas a chegarem do ponto A ao B de maneira mais rápida. Mentores e investidores fecham o resto da equação, apoiando os empreendedores com a sua experiência e capital.

Incubadora de empresas é um ambiente que abriga o desenvolvimento de novos empreendimentos, cujos resultados esperados deverão garantir em prazo determinado a autonomia e a auto sustentação da empresa.

A incubação é um programa de desenvolvimento que permite as empresas crescerem e aumentarem sua capacidade competitiva durante o período que permanecem incubadas. O programa de incubação proporciona muita das vezes acesso à espaço físico, cursos, palestras, treinamentos, serviços de orientação gerencial (consultorias e assessorias), rede de contatos empresariais, entre outros benefícios.

O Programa de Incubação norteia um conjunto de atividades que objetivam o fortalecimento de empresas nascentes com ênfase na formação do empreendedor e estruturação de seu negócio. A empresa que atingir todos os níveis do programa recebe um “certificado de graduadas”, que significa que a empresa atingiu a maturidade para se desenvolver no mercado de forma escalável.  Existem também outros programas que objetivam fortalecer as ideias em fase inicial, um deles é a pré-incubação:

A pré-incubação deve prover ferramentas, serviços e apoio institucional às ideias promissoras e com viabilidade técnica e mercadológica que possam evoluir para futuros negócios e empreendimentos. Durante essa fase são oferecidos cursos e consultorias que permitem aos empreendedores o desenvolvimento do plano de negócios, a formalização da empresa e o desenvolvimento do produto ou serviço. A grande contribuição do processo de pré-incubação é garantir que as empresas que entram para o processo de incubação estejam prontas para desenvolver-se.

Em resumo, enquanto as incubadoras mantêm seu foco em infraestrutura e networking técnico (corpo de suporte), as aceleradoras tendem a concentrar-se na capacitação de empreendedores, networking e captação de investimento. Nas incubadoras, em média as empresas podem ficar até 2 ou 3 anos, enquanto nas aceleradoras, a ideia é trabalhar o máximo possível durante 6 meses.

Se sua ideia ou startup está à procura de um Programa de Incubação ou Pré Incubação, a Universidade Federal de Lavras através da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica – Inbatec/UFLA, oferece auxilio desde a pré incubação até a incubação.

Acompanhe nossas redes sociais no lançamento de novas chamadas para o Programa de Incubação, bem como, para o Curso de Formação Empreendedora que será lançado em breve!!