Fechar
Página inicial Destaques Notícias Inovações em café atraem a atenção do mercado

Inovações em café atraem a atenção do mercado

Escrito por Flavinha Reis|DGTI | Publicado em 19/10/11 11:12 , Atualizado em 21/01/22 16:49 | Acessos: 199

A ideia de um sistema automatizado de classificação física do café, que vem sendo desenvolvida pela empresa T-Bit Tecnologia e Sistemas e de um sistema de rastreabilidade do café em armazéns, desenvolvido pela Mitah Technologies, tem chamado a atenção do mercado. As empresas que desenvolvem essas tecnologias participam da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da UFLA (Inbatec).

Na segunda-feira (17), o gerente de desenvolvimento Francisco Pereira Landi e o superintendente Paulo Sérgio Elias, da Cooperativa de Cafeicultores de São Sebastião do Paraíso (Cooparaiso), visitaram a Inbatec para conhecerem melhor as tecnologias em desenvolvimento.

A Cooparaiso se ofereceu para fazer a validação do Olho Digital do Café, da T-Bit Tecnologia e Sistemas, que promete revolucionar o processo de classificação física do café, tornando as análises mais rápidas e livres da subjetividade. A ideia é que seja feita uma prova comparativa entre os resultados do equipamento e dos classificadores tradicionais, para o refinamento do processo e sugestões de melhorias.

O Olho Digital está em fase de protótipo e estará pronto para validação em dois meses. Para os representantes da Cooparaiso, a leitura digital do grão a partir de 115 variáveis, combinadas com a inteligência artificial, tem potencial de ser uma grande revolução para o mercado de café.  Este projeto recebe o auxílio de diversas fontes de fomento, contando ainda com o apoio articulador do Polo de Excelência do Café.

A Mitah Technologies é uma das empresas que já desenvolveu soluções de rastreabilidade para as cadeias produtivas do mel e de laticínios e agora também está se inserindo no mercado de café. Recentemente, a empresa intensificou seus esforços no desenvolvendo de tecnologias demandadas pelo setor cafeeiro, e no caso específico da Cooparaiso, a Mitah apresentou um projeto de rastreabilidade do café para armazéns.